44 3252-1177

[email protected]

Itaipu reitera a segurança da sua barragem:


Há grandes diferenças entre barragens de hidrelétricas, como a de Itaipu, e de rejeitos, como a de Brumadinho.



Barragem de rejeitos é uma estrutura de terra construída para armazenar resíduos de mineração, formando um reservatório com substâncias sólidas e água, sob a forma de lama, resultantes de processos de beneficiamento de minérios. O armazenamento desses rejeitos é necessário para evitar danos ambientais. É construída a partir de um dique formado por materiais argilosos ou rochas compactadas, com alteamentos (elevações) feitos para aumentar a capacidade de armazenamento.



Barragem de hidrelétrica tem por finalidade represar e estocar água, matéria-prima para a produção de energia, e obter o desnível necessário para girar as turbinas das unidades geradoras. A de Itaipu é feita de concreto, enrocamento (rochas) e terra.



Tem extensão de 7.919 metros e altura máxima de 196 metros, o equivalente a um prédio de 65 andares. Consumiu 12,3 milhões de metros cúbicos de concreto. A quantidade de ferro e aço utilizados permitiria a construção de 380 Torres Eiffel.



A segurança de barragem na Itaipu



As dimensões superlativas e a importância estratégica para Brasil e Paraguai da usina de 14 mil MW de potência instalada fizeram com que a segurança de barragem fosse uma das prioridades na Itaipu, desde a fase de projeto até a conclusão e manutenção da megaobra. O monitoramento da segurança da barragem começou antes mesmo de a primeira unidade geradora da usina ser instalada e continua sendo altamente relevante – não apenas para manter e alongar a vida útil do empreendimento, mas sobretudo para proteger a vida e o patrimônio nas proximidades da hidrelétrica.



O trabalho mobiliza diversos setores da Diretoria Técnica de Itaipu, principalmente das superintendências de Obras e Engenharia. São técnicos e engenheiros integralmente dedicados à segurança da barragem. Eles inspecionam visualmente a estrutura, conferem possíveis oscilações, analisam tecnicamente os dados apurados em campo, providenciam reparos, quando necessário, e executam as determinações do Board de Consultores Civis – entre várias outras atividades.



Quase 3 mil instrumentos espalhados por toda a estrutura – alguns eletrônicos e monitorados em tempo real – fazem da Itaipu uma das usinas mais bem equipadas do planeta para a segurança de barragem. Apesar das diferentes formas, tamanhos e fins, os instrumentos convergem no objetivo final: fornecer informações para diagnosticar o comportamento da barragem diante da ação do tempo e da enorme quantidade de água que ela tem de suportar.



Durante e após a construção da hidrelétrica, o aprofundamento dos estudos motivou o surgimento de estruturas auxiliares de grande contribuição para a binacional, como o Laboratório de Tecnologia do Concreto de Itaipu (LTCI), instalado na usina, e o Centro de Estudos Avançados em Segurança de Barragens (Ceasb), no Parque Tecnológico Itaipu (PTI). Ambos colaboram para as atividades de segurança de barragem na Itaipu e também levam à sociedade, especialmente à comunidade acadêmica, o conhecimento adquirido em quase quatro décadas de cuidados constantes com a estrutura da hidrelétrica.



Engenheiros de vários países vêm à Itaipu conhecer de perto esse trabalho, que hoje é reconhecido internacionalmente e tornou a Itaipu Binacional referência também em segurança de barragem. Entre eles, os chineses da usina de Três Gargantas, a hidrelétrica de maior potência instalada no mundo.



Reconhecendo a importância da segurança de barragem, a Itaipu continuará investindo constantemente em capacitação e equipamentos para manter sua estrutura plenamente segura e a população, tranquila.



Fonte: Jornal O Regional
Mais Notícias:
  • 18/06/2019 - 176 novas casas do Residencial Vila Rica de Floraí...
  • 18/06/2019 - Melhorias no KM 01 da Rodovia PR-464 que liga Inaj...
  • 18/06/2019 - Dinossauro “REX” vira “celebridade” em São Jorge d...
  • 18/06/2019 - Floraí é Bi-Campeão e Cruzeiro do Sul é Vice-Campe...
  • 11/06/2019 - De 14 a 19 de junho, Nova Esperança sediará a pri...
  • 11/06/2019 - Universidade do Oeste Paulista (UNOESTE) implanta ...
  • 11/06/2019 - Castelo de Maringá vai realizar festa Julina
  • 11/06/2019 - A Conferência Municipal do Idoso de Paranacity dis...
  • 11/06/2019 - RCP Day: Nova Esperança receberá pela primeira vez...
  • 11/06/2019 - “Não podemos acrescentar dias a nossa vida, mas po...
  • 04/06/2019 - Projeto outorga à Nova Esperança título de “Capit...
  • 04/06/2019 - Dia 05 de junho, Dia Mundial do Meio Ambiente
  • 04/06/2019 - Flórida assina convênio para aquisição de tubos
  • 04/06/2019 - Prefeitura de Ângulo inicia programa de castração...
  • 04/06/2019 - Rotary Club de Itaguajé lança campanha de incenti...
  • 04/06/2019 - Escritor por um dia
  • 04/06/2019 - Floraí vai a final do Campeonato Amador 2019 veter...
  • 28/05/2019 - Municípios do Paraná notificam organizações para r...
  • 28/05/2019 - Cruzeiro do Sul lança o projeto Sementes para o Am...
  • 28/05/2019 - Diretor Geral do Detran/PR prestigia posse do novo...
  • 28/05/2019 - Obras no laticínio em Nova Esperança seguem a tod...
  • 28/05/2019 - 15ª Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas...
  • 28/05/2019 - Campeonato Amador Categoria Veteranos LFRNE
  • 21/05/2019 - A passos firmes, Cultura do Algodão vem se afirman...
  • 21/05/2019 - Paranapoema comemora o Dia do Trabalhador com gran...
  • 21/05/2019 - Curso Bom Negócio Paraná em Colorado
  • 21/05/2019 - Maio Amarelo reforça ações de conscientização e pr...
  • 21/05/2019 - Proprietário da Mercearia Soares de Paranapoema ar...
  • 14/05/2019 - Luciano Huck visita família de Nova Esperança
  • 14/05/2019 - Invicta, a equipe de Medianeira vence 1ª etapa do ...
  • Endereço Rua Lord Lovat, 500 - Centro Nova Esperança-PR | CEP: 87600-000 Fone: (44) 3252-1177
    Desenvolvimento Hnet Sistemas