44 3252-1177

[email protected]

NEIAB promoveu 13ª Semana Afrobrasileira com tema “Vidas Negras” em Maringá:

Ocorreu nos dias 6, 7, 8 de novembro a XIII Semana Afro-Brasileira é o mais tradicional evento científico-acadêmico realizado no norte do Paraná. O evento foi promovido pelo Núcleo de Estudos Interdisciplinares Afro-brasileiros da Universidade Estadual de Maringá – Paraná (UEM) em parceria com OAB/Maringá seção Igualdade Racial e Fundação Escola do Ministério Público do Paraná – Fempar, além de contar com apoio de diversos cursos de graduação e pós-graduação da Universidade Estadual de Maringá.



Semana Afro-Brasileira teve como temática “Vidas Negras”, O objetivo do evento foi problematizar e sensibilizar Estudantes de Graduação, Estudantes de Pós-graduação, Professores de Ensino Superior e Profissionais, Estudante de Ensino Técnico, Professores da Educação Básica, Comunidade externa e Movimentos sociais para os impactos do racismo na restrição da cidadania de pessoas negras, influenciando atores estratégicos na produção e apoio de ações de enfrentamento da discriminação e violência.



No Brasil, sete em cada dez pessoas assassinadas são negras. Na faixa etária de 15 a 29 anos, são cinco vidas perdidas para a violência a cada duas horas. De 2005 a 2015, enquanto a taxa de homicídios por 100 mil habitantes teve queda de 12% para os não-negros, entre os negros houve aumento de 18,2%. A letalidade das pessoas negras vem aumentando e isto exige políticas com foco na superação das desigualdades raciais.



Segundo pesquisa realizada pela Secretaria Especial de Políticas de Promoção da Igualdade Racial (SEPPIR) e pelo Senado Federal, 56% da população brasileira concorda com a afirmação de que “a morte violenta de um jovem negro choca menos a sociedade do que a morte de um jovem branco”. O dado revela como os brasileiros têm sido indiferentes a um problema que deveria ser de todos.



Segundo dados divulgados pelo UNICEF, de cada mil adolescentes brasileiros, quatro vão ser assassinados antes de completar 19 anos. Se nada for feito, serão 43 mil brasileiros entre os 12 e os 18 anos mortos de 2015 a 2021, três vezes mais negros do que brancos. Entre os jovens, de 15 a 29, nos próximos 23 minutos, uma vida negra será perdida. Além disso, o evento buscou chamar atenção para a baixa presença de alunos e de alunas negras na Universidade Estadual de Paraná e colaborar de forma significativa com os debates em relação a implementação de cotas raciais para a população negra nos vestibulares da instituição.



No decorrer dos três dias tiverem presentes no evento mais de 500 pessoas, que se dispuseram a ouvir e discutir, estratégia de valorização da vida negra e como o racismo afeta o cotidiano dessa população. Para além disso, ao realizar o último dia do evento (08/11) na sede da OAB Maringá o evento realizou um feito histórico que ter em mesa três operadores do direito que são negras na Mesa-redonda Vidas Negras e Estado encerra a XIII Semana Afrobrasileira na OAB com o promotor de Justiça do Ministério Público do Paraná – MPPR, André Luiz Querino Coelho, Prof. Luciano Góes, Luciano advogado, doutorando em direito na Universidade de Brasília e Maurício Domingos, advogado, professor e Presidente da Comissão de Igualdade Racial da OAB Sub-seção Maringá.



Fonte: Jornal O Regional
Mais Notícias:
  • 21/01/2020 - Máquina de Pintura Viária garante economia de temp...
  • 21/01/2020 - Itaguajé assume Patrimônio Histórico, Arqueológic...
  • 21/01/2020 - Roberto Alvim, Conservadorismo e Arte
  • 21/01/2020 - Presidente da Câmara assume interinamente cargo d...
  • 21/01/2020 - A Posse dos novos membros do Conselho Tutelar
  • 21/01/2020 - Rotary Club de Itaguajé faz doação à APAE
  • 21/01/2020 - Novos integrantes do Conselho Tutelar de Ourizona...
  • 21/01/2020 - Souza assume cadeira na Câmara de Vereadores de N...
  • 21/01/2020 - Ângulo empossa Conselheiros eleitos e reeleitos
  • 14/01/2020 - Câmara de Atalaia devolve mais de R$ 300 mil à Pre...
  • 14/01/2020 - Maringá sedia campeonato internacional de Handebol
  • 14/01/2020 - Paranavaí será a capital estadual da advocacia nos...
  • 14/01/2020 - Campanha União Solidária entrega prêmios em Maring...
  • 14/01/2020 - Peregrinos a cavalo e bike fazem a 1.ª Expedição d...
  • 14/01/2020 - Posse do Conselho Tutelar em Santa Inês
  • 14/01/2020 - Veja os novos Conselheiros Tutelares de Paranaci...
  • 14/01/2020 - Novos Conselheiros Tutelares tomaram posse em Nov...
  • 07/01/2020 - Jardim Olinda já tem o dinheiro para licitar a con...
  • 07/01/2020 - Lourenço e Lourival cantam e encantam no Show da R...
  • 07/01/2020 - Horta comunitária de Mandaguaçu será referência es...
  • 07/01/2020 - Vereadores de Ourizona fazem devolução de dinheir...
  • 07/01/2020 - Santo Inácio empossa novos membros do Conselho Tu...
  • 07/01/2020 - Projeto Ponta do Pé de São Jorge do Ivaí celebra ...
  • 17/12/2019 - Projeto de Arilson, que cria gratuidade do pedágio...
  • 17/12/2019 - Ginásio de Esportes de Flórida é entregue após re...
  • 17/12/2019 - Escolinha de Futebol AA do Distrito de Alto Alegre...
  • 17/12/2019 - Ponte da Amizade ganha sistema de monitoramento in...
  • 17/12/2019 - 3º Desafio Perna e Pedal de MTB em Paranapoema
  • 17/12/2019 - ACIAP está entre as melhores associações comerciai...
  • 17/12/2019 - Francisco Zellerhoff Filho eternizado seu nome ao...
  • Endereço Rua Lord Lovat, 500 - Centro Nova Esperança-PR | CEP: 87600-000 Fone: (44) 3252-1177
    Desenvolvimento Hnet Sistemas