44 3252-1177

[email protected]

Municípios com menos de 50 mil habitantes abrem oportunidades em negócios!:

Os municípios com até 50 mil habitantes terão que concluir o levantamento patrimonial dos seus bens até 1 de janeiro de 2021. Para as cidades com mais de 50 mil habitantes, o prazo final é 1 de janeiro de 2020. A exigência consta do Artigo 13 da Portaria nº 634 (Secretaria do Tesouro Nacional).



A AMP (Associação dos Municípios do Paraná) chama a atenção para o problema porque, mesmo sabendo que têm prazo para fazer o levantamento, muitos prefeitos ainda não iniciaram o trabalho. Calcula-se que cerca de 70% dos 399 municípios do Estado ainda não fizeram o levantamento.



Segundo a Lei 4.320/64, o levantamento compreende todos os bens com durabilidade superior a dois anos: mobiliário, veículos, máquinas, implementos e ferramentas; imóveis; de domínio público (ruas, avenidas, praças, parques, estradas rurais, pontes, bueiros e iluminação pública); e demais bens que integrem ao patrimônio de cada município.



O levantamento patrimonial é um mecanismo de gestão do controle dos bens públicos. Objetiva a maior eficácia possível tanto na utilização dos bens (remanejamento de bens ociosos, por exemplo) quanto na sua anulação/extinção. O controle rígido dos bens públicos previne e dificulta o extravio ou furto do patrimônio das prefeituras e, ainda, facilita a identificação dos responsáveis por eventuais prejuízos causados aos municípios.



Inventário deve ser feito por especialistas



De acordo com o princípio da segregação de funções de execução e de controle, conforme jurisprudência do Tribunal de Contas da União, o inventário de bens deve ser feito por pessoas estranhas à gestão de patrimônio. Por isso, é aconselhável que seja conduzido por especialistas de fora do órgão a ser inventariado.



Não há nenhum impedimento quanto à terceirização dos serviços de levantamento patrimonial de bens públicos permanentes, conforme os Acórdãos do Tribunal de Contas Números 1.351/2003, 2.310/2007, 2.366/2007, e 1.836/2008.



Ocorre que o serviço demanda conhecimento e propriedade técnica específicos, dos quais os servidores municipais geralmente não possuem, seja porque não faz parte das atribuições funcionais para as quais foram contratados, seja pelo acúmulo de serviços ao qual são acometidos, ou pela própria carência técnica para tanto.



Desta forma, o ideal é a contratação de empresa terceirizada com a devida capacidade técnica para a realização do inventário anual de bens públicos.



Os prefeitos que não cumprirem esta exigência estão sujeitos às sanções tanto do Tribunal de Contas do Estado quanto da justiça comum, a partir de ações ajuizadas pelo Ministério Público, como por exemplo ações de improbidade administrativa. Fonte: Assessoria de Comunicação da AMP.



Fonte: Jornal O Regional
Mais Notícias:
  • 21/01/2020 - Máquina de Pintura Viária garante economia de temp...
  • 21/01/2020 - Itaguajé assume Patrimônio Histórico, Arqueológic...
  • 21/01/2020 - Roberto Alvim, Conservadorismo e Arte
  • 21/01/2020 - Presidente da Câmara assume interinamente cargo d...
  • 21/01/2020 - A Posse dos novos membros do Conselho Tutelar
  • 21/01/2020 - Rotary Club de Itaguajé faz doação à APAE
  • 21/01/2020 - Novos integrantes do Conselho Tutelar de Ourizona...
  • 21/01/2020 - Souza assume cadeira na Câmara de Vereadores de N...
  • 21/01/2020 - Ângulo empossa Conselheiros eleitos e reeleitos
  • 14/01/2020 - Câmara de Atalaia devolve mais de R$ 300 mil à Pre...
  • 14/01/2020 - Maringá sedia campeonato internacional de Handebol
  • 14/01/2020 - Paranavaí será a capital estadual da advocacia nos...
  • 14/01/2020 - Campanha União Solidária entrega prêmios em Maring...
  • 14/01/2020 - Peregrinos a cavalo e bike fazem a 1.ª Expedição d...
  • 14/01/2020 - Posse do Conselho Tutelar em Santa Inês
  • 14/01/2020 - Veja os novos Conselheiros Tutelares de Paranaci...
  • 14/01/2020 - Novos Conselheiros Tutelares tomaram posse em Nov...
  • 07/01/2020 - Jardim Olinda já tem o dinheiro para licitar a con...
  • 07/01/2020 - Lourenço e Lourival cantam e encantam no Show da R...
  • 07/01/2020 - Horta comunitária de Mandaguaçu será referência es...
  • 07/01/2020 - Vereadores de Ourizona fazem devolução de dinheir...
  • 07/01/2020 - Santo Inácio empossa novos membros do Conselho Tu...
  • 07/01/2020 - Projeto Ponta do Pé de São Jorge do Ivaí celebra ...
  • 17/12/2019 - Projeto de Arilson, que cria gratuidade do pedágio...
  • 17/12/2019 - Ginásio de Esportes de Flórida é entregue após re...
  • 17/12/2019 - Escolinha de Futebol AA do Distrito de Alto Alegre...
  • 17/12/2019 - Ponte da Amizade ganha sistema de monitoramento in...
  • 17/12/2019 - 3º Desafio Perna e Pedal de MTB em Paranapoema
  • 17/12/2019 - ACIAP está entre as melhores associações comerciai...
  • 17/12/2019 - Francisco Zellerhoff Filho eternizado seu nome ao...
  • Endereço Rua Lord Lovat, 500 - Centro Nova Esperança-PR | CEP: 87600-000 Fone: (44) 3252-1177
    Desenvolvimento Hnet Sistemas