44 3252-1177

contato@oregionaljornal.com.br

Noção Incompleta: Como o mundo aprendeu a separar a fé da razão:

Para compreender a forma de pensar desta geração, mais generalizada como a dicotomia entre fé e razão, ciência e religião, precisamos abordar os pressupostos que leva os intelectuais e acadêmicos de nosso tempo a compreender o mundo nessas categorias de divisão.



Neste quesito, o livro “A Morte da Razão”, do teólogo americano Francis Schaeffer (1912-1984) é arrasador em sua análise. Trata-se de uma obra chave para que este mecanismo dicotômico seja compreendido e combatido por cristãos que pretendem ter uma cosmovisão profundamente bíblica.



Você já se perguntou qual o pressuposto da noção intelectual de que para alcançarmos um entendimento correto da realidade devemos deixar de lado a fé e dar espaço apenas à razão e seus mecanismos, como a lógica? Segundo Francis Schaeffer, esse pressuposto nasce com o abandono da doutrina calvinista (e bíblica) da Total Depravity [Depravação Total]. A “depravação” diz respeito a profundidade e corrupção que o pecado alcançou em nosso ser; “total” nos diz sobre a extensão, isso é, tudo foi afetado: sentimentos, emoções, e também a razão.



Quando essa doutrina paulina (Ef 2.1) da Depravação Total – desenvolvida, sistematizada e enfatizada por João Calvino no séc. XVI – foi abandonada pelo aristotelismo do teólogo do medievo, Tomás de Aquino (1225-1274) com sua ideia de que o intelecto naturalmente (sem a revelação da Palavra) poderia alcançar a plena verdade sobre a realidade, é que começamos a dar ao mundo moderno razão para que haja separação entre religião e ciência. Esse caminho de Aquino e do mundo moderno é o da “Natureza Autônoma”, já antes inaugurado por filósofos gregos e elevado a mais alta posição entre os intelectuais iluministas do séc. XVIII.



Como nos conta Schaeffer, na “concepção tomista, a vontade humana está decaída, mas não o intelecto. Dessa noção incompleta do conceito bíblico de Queda resultaram todas as dificuldades que vieram depois.” Ou seja, Aquino ao defender que o intelecto poderia naturalmente — isso é, sem a Palavra da graça — alcançar o transcendental devidamente, deu aval ao mundo naturalista e humanista dos séculos seguintes, que desembocam hoje na busca da verdade, separando fé e razão.



O resultado, como se verifica na história, é que — apesar das grandes conquistas tecnológicas — o homem dos séculos seguintes até aqui não consegue entender o motivo pelo qual, mesmo usando toda a sua capacidade intelectual para desenvolver sistemas políticos, respostas a problemas complexos, etc., o mundo em geral ainda não alcançou a paz e a harmonia.



A resposta, como estamos vendo, é que enquanto houver a ideia de que o intelecto é autônomo, com a noção incompleta de Aquino e suas variações modernas,não conseguiremos dar conta de encontrar as causas reais dos nossos conflitos e as soluções verdadeiras. Quanto mais autônoma a razão se torna, mais ela se perde, se confunde e se destrói. Ela precisa dobrar os joelhos a Deus e sua Palavra se quiser entender a vida. Como escreveu Schaeffer: “O ponto a se acentuar é que a natureza, uma vez tratada como coisa autônoma, reveste-se de caráter destrutivo. Tão logo se estabelece nesse reino autônomo, verifica-se que o elemento inferior começa a corroer o superior.”[In A Morte da Razão, p. 20, 21].



Uma demonstração figurada para entendermos melhor: ninguém que tenha osteoporose, mas não esteja ciente disso,ao se aventurar a correr uma prova de 100 metros prejudicará somente sua coluna ou ainda poderá vencer. Ela não só perderá a prova por incapacidade natural e ignorância de sua própria doença, como também prejudicará outros membros do seu corpo.



De semelhante modo, a razão autônoma está corrompida pelo pecado,como denúncia as Sagradas Escrituras. Mas confiante em si própria não poderá compreender a si mesma e nem poderá compreender o mundo ao seu redor adequadamente. Ela precisa entender que está doente,admitindo a Depravação Total, buscando dependência da Revelação das Escrituras ao invés de independência científica.



O fato é que a razão está corrompida, e antes de ser exercitada e fazer o caminho que o Criador a designou com todo poder e serviço, precisa ser salva pela fé nas Palavras do Filho de Deus, Jesus Cristo. Com a noção completa de Queda, uniremos mais uma vez fé e a razão, e com toda capacidade vinda do Senhor, seremos capazes de analisarmos piedosamente a realidade.



Fonte: Jornal O Regional
Mais Notícias:
  • 18/02/2020 - A Estilo Cowboy é uma empresa online especializada...
  • 18/02/2020 - A luta contra a Aedes Aegypti precisa ser constant...
  • 18/02/2020 - Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Paranacity s...
  • 18/02/2020 - Quando as coisas vão ficar bem?
  • 18/02/2020 - Marketing Eleitoral. Necessidade ou luxo?
  • 18/02/2020 - Retiro de espiritualidade pastoral da saúde
  • 18/02/2020 - Início do ano letivo de 2020 da rede municipal de...
  • 11/02/2020 - Evento solidário em Santo Inácio atrai mais de 1....
  • 11/02/2020 - Vou ser Candidato. Posso fazer propaganda?
  • 11/02/2020 - Noção Incompleta: Como o mundo aprendeu a separar ...
  • 11/02/2020 - Exposição no Palácio Iguaçu mostra redações sobre...
  • 11/02/2020 - Entidades pedem apoio a Embrapa para desenvolvime...
  • 11/02/2020 - 237 veículos reforçam a proteção social em 167 mun...
  • 04/02/2020 - Jardim Olinda recebe a “Deputada da Ponte” Aline...
  • 04/02/2020 - Câmara devolve mais de R$ 260 mil ao executivo c...
  • 04/02/2020 - Os Meninos de Belém
  • 04/02/2020 - Por que nessa Eleição preciso me preparar antes?
  • 04/02/2020 - Agora são proprietários!
  • 04/02/2020 - Departamento de Educação e Cultura de Mandaguaçu p...
  • 28/01/2020 - O que o Candidato precisa fazer agora para ter cha...
  • 28/01/2020 - Parceria da Volkswagen com Governo garante unidade...
  • 28/01/2020 - Colorado sedia a 9ª Copa Sul-Americana de futebol ...
  • 28/01/2020 - Saúde em Mandaguaçu ganha novo formato em 2020
  • 21/01/2020 - Máquina de Pintura Viária garante economia de temp...
  • 21/01/2020 - Itaguajé assume Patrimônio Histórico, Arqueológic...
  • 21/01/2020 - Roberto Alvim, Conservadorismo e Arte
  • 21/01/2020 - Presidente da Câmara assume interinamente cargo d...
  • 21/01/2020 - A Posse dos novos membros do Conselho Tutelar
  • 21/01/2020 - Rotary Club de Itaguajé faz doação à APAE
  • 21/01/2020 - Novos integrantes do Conselho Tutelar de Ourizona...
  • Endereço Rua Lord Lovat, 500 - Centro Nova Esperança-PR | CEP: 87600-000 Fone: (44) 3252-1177
    Desenvolvimento Hnet Sistemas