44 3252-1177

contato@oregionaljornal.com.br

Família usa auxílio emergencial e abre uma empresa em meio a pandemia:

A ideia foi da autônoma Maria Célia Sousa, da cidade de Araguaína (Tocantins) e tem a ajuda das filhas para fazer a comida e que faz a entrega de marmitas, com um faturamento de até R$ 6.000,00 por Mês.



O auxilio emergencial do Governo Federal, no valor de seiscentos reais, além de encorajar Maria Célia, dando certa independência financeira não se acomodou e viu na pandemia a oportunidade de abrir uma pequena empresa e multiplicar o dinheiro. A mãe e as filhas estavam desempregadas e a situação financeira muito apertada e assim surgiu a oportunidade de realizar um antigo sonho. A mãe que já tinha experiência, sendo cozinheira por cinco anos, nunca havia conseguido renda para abrir seu próprio restaurante e até então eram ajudadas pela família, mas diante da dificuldade surgida com a perda do emprego das filhas, se uniram e o negócio deu certo. Para não ter muitos gastos, as entregas são feitas de bicicleta e atendiam no início somente bairros próximos de onde moravam, agora já estão atendendo em todos os setores da cidade.



“Foi uma luz, uma coisa de Deus, porque eu não tinha onde tirar e era um sonho que eu tinha e quando saiu o dinheiro do auxílio, Deus colocou em meu coração que era para eu multiplicar. Nunca tive capital para realizar esse sonho, falam que o dinheiro não é tudo, mas sem ele é difícil realizar sonhos. Sem Deus, nada se consegue. Se não fosse a união de todas nós, confiarmos umas nas outras, não teria dado certo”. Conta Maria Amélia.



Na verdade, foram dias de planejamento, para conseguir atender a demanda, levantam muito cedo e a determinação de todas demonstra que transformar a casa em um restaurante, é um sonho que não deverá demorar para ser alcançado.



Fonte: TV Anhaguera TO Portal G1



Fonte: TV Anhaguera TO Portal G1
Mais Notícias:
  • 22/09/2020 - Zezão, de saqueIro à empresário pela faculdade da ...
  • 22/09/2020 - Juntos pela EducAÇÃO Atalaia tem a 3ª melhor avali...
  • 22/09/2020 - Escola Municipal Professor Flávio Sarrão atingiu ...
  • 22/09/2020 - Educação Municipal de Santa Inês também é destaque...
  • 22/09/2020 - Saudade: entre a brevidade e a oikophilia
  • 22/09/2020 - Tradicional Bar do Leonildo, fundado em 1976, ence...
  • 22/09/2020 - Começaram as castrações gratuitas em Flórida
  • 22/09/2020 - Hospital Psiquiátrico de Maringá inaugura Serviço ...
  • 22/09/2020 - Deputados aprovam em 1ª discussão PL para incluir ...
  • 22/09/2020 - TST julga dissídio coletivo e determina encerrame...
  • 22/09/2020 - Testemunhas de Jeová manifestam gratidão aos profi...
  • 22/09/2020 - Rotary Club de Itaguajé promove plantio de mudas d...
  • 15/09/2020 - Segurança Nacional/Base Náutica Trarbach no Porto ...
  • 15/09/2020 - Hospital mantido por Itaipu ativa novos leitos de ...
  • 15/09/2020 - A Lei: um conselho para os nossos vereadores
  • 15/09/2020 - E agora. Posso divulgar meu número? NÃO.
  • 15/09/2020 - Segurança Nacional/Base Náutica Trarbach no Porto ...
  • 15/09/2020 - Nutrimental e Podium homenageiam servidores e médi...
  • 15/09/2020 - Vários fatores provocaram a alta de preços dos p...
  • 15/09/2020 - PF em Paranavaí vai combater tráfico de armas e dr...
  • 08/09/2020 - História de Sucesso: Agricultor produz mais de 80 ...
  • 08/09/2020 - Trata-se de um evento interdenominacional para t...
  • 08/09/2020 - Em setembro se comemora o Dia Mundial da Lígua de...
  • 08/09/2020 - Nova Esperança finalmente coloca fim nas pedras ir...
  • 08/09/2020 - William Ames (1576-1633), o “Doutor Erudito”
  • 08/09/2020 - Marcela Reguine de Inajá, sinônimo de “Superação
  • 08/09/2020 - O que fazer até dia 27 de Setembro?
  • 08/09/2020 - Com autorização do Judiciário, Prefeitura de Paran...
  • 08/09/2020 - Gaúcha de 27 anos é a vencedora do concurso
  • 08/09/2020 - Amazônia vai ganhar primeira biblioteca flutuante...
  • Endereço Rua Lord Lovat, 500 - Centro Nova Esperança-PR | CEP: 87600-000 Fone: (44) 3252-1177
    Desenvolvimento Hnet Sistemas