44 3252-1177

contato@oregionaljornal.com.br

Com o quê devemos nos importar? “SENHOR, tu me sondaste, e me conheces.” Salmos 139:1:


No contexto da santificação cristã, surge a pergunta cabal: com o que nós devemos nos importar? Com nossa pureza externa ou interna? Eu diria que as duas são importantes, pois os brotos e as folhas correspondem à saúde da raiz.



Não sou agricultor, mas tenho me aventurado na arte da poda e da limpeza de plantas e canteiros aqui em casa. Alguns dias atrás, tomei a decisão de descobrir se um pequeno pé de jabuticaba que se encontrava sequíssimo, ainda poderia dar frutos. Fui podando seus galhos secos até chegar na raiz e descobri que, de fato, como denunciava sua aparência, ele havia morrido.



Da mesma forma, perceber e estar atento às nossas ações e palavras externas é importante para avaliar o estado do nosso coração, pois como disse o nosso Salvador, “(...) a boca fala daquilo de que o coração está cheio.” (Mt 12.34). Por isso, é necessário julgarmos a nós mesmos enquanto pessoas púbicas; examinarmos a nossa aparência externa (2 Cor 13.5) constantemente, como, por exemplo, um agricultor que examina a qualidade da raiz da mandioca pelas suas folhas.



Contudo, como é lei que “(...) se as raízes são santas, os ramos também serão” (Rm 11.16) é ainda mais importante nos preocuparmos com a pureza interna, com a condição de nosso coração de onde o mais procede. Não devemos nos satisfazer com meras aparências.



No fim da tarde de uma sexta-feira, tirei um tempo para arrancar lindas plantas que faziam a forração do pé de uma árvore localizada na frente de casa. Aparentemente não fazia nenhum sentido arrancá-las. Eram bonitas e não faziam mal algum. Mas, o que descobri debaixo delas fez valer a pena.



O que encontrei encheu rapidamente um saco de lixo: buchas, lâmpadas, cacos de vidro, restos de material metálico, santinhos, tampinhas de garrafas, copos descartáveis e outras porcarias. Indo um pouco mais a fundo com uma enxada, encontrei baratas e outros bichos pestilentos.



Agora sei que se eu tivesse me conformado com a mera aparência externa das plantas, não teria feito uma limpeza tão boa para ali recomeçar um novo forramento sobre terreno adequado. Lembro-me aqui do que escreveu o historiógrafo francês François Guizot (1787-1874): “Nada é tão nocivo para os povos do que darem-se por satisfeitos com meras palavras e aparências.”



Penso que na busca por pureza real, precisamos ter um pouco de olhos divinos para superar a superficialidade das aparências, pois enquanto o “homem vê o exterior” de sua perspectiva limitada, “o Senhor [vê] o coração” (1 Sm 16.7) de uma maneira mais profunda e verdadeira.



Nessa perspectiva, o quanto nossos pensamentos, sentimentos, desejos e motivações estão marcados de pureza? O quanto estão de acordo com o Espírito de Cristo? Se a nossa resposta é negativa, precisamos reconhecer que não há nada de benéfico em sustentar uma aparência externa de piedade perante os olhos humanos, se não tivermos um coração puro ofertado ao Senhor.



Pelo contrário, seremos ajuizados como sepulcros caiados que “(...) por fora realmente parecem formosos, mas interiormente estão cheios de ossos de mortos e de toda a imundícia.” (Mt 23.27). É como Deus nos vê que deve ser a nossa maior preocupação na santidade. É com isso que devemos nos importar.

Mais Notícias:
  • 20/04/2021 - Moradores de Santo Inácio, Santa Inês e Itaguajé ...
  • 20/04/2021 - Prefeitos se mobilizam para manter comércio fecha...
  • 20/04/2021 - Mandaguaçu dá largada na Operação Regional do 4º ...
  • 20/04/2021 - Cuba, PCC e a liberdade religiosa: a tragédia da ...
  • 20/04/2021 - Pandemia provoca mudança no número de nascimentos...
  • 20/04/2021 - Instituto de Criminalística começa a funcionar jun...
  • 20/04/2021 - DER publica edital para duplicação da PR 317 de Ig...
  • 20/04/2021 - Núcleo Feminino da Cocamar doa fraldas e álcool a ...
  • 20/04/2021 - Em Floresta, a Prefeitura entrega a primeira casa...
  • 13/04/2021 - PR-542 entre Colorado e Itaguajé recebe obras de ...
  • 13/04/2021 - Santa Casa recebe doação de R$ 5 mil do Instituto...
  • 13/04/2021 - Coluna História e Sociedade - O primeiro jogo de f...
  • 13/04/2021 - Prefeitura abre frente de trabalho reforma do Galp...
  • 13/04/2021 - Alunos da Rede Municipal de Ensino recebem ovos d...
  • 13/04/2021 - Doação recebida com sucesso!
  • 13/04/2021 - Crianças da rede municipal recebem Ovos de Páscoa
  • 06/04/2021 - ONG Ninho da Águia é Arte...é Vida!
  • 06/04/2021 - Deputada Aline Sleutjes e deputado Neri Geller de...
  • 06/04/2021 - O Documento do Historiador: o legado dos Annales
  • 06/04/2021 - Senadores Oriovisto e Simone Tebet (MS) apoiam a R...
  • 06/04/2021 - Colorado promove campanha alusiva ao Dia Mundial d...
  • 06/04/2021 - Em Itaguajé aconteceu carreata em defesa da vida ...
  • 30/03/2021 - Deputado de primeiro mandato é o 3º parlamentar m...
  • 30/03/2021 - Porto Rico oferece Infraestrutura no Rio Paraná
  • 30/03/2021 - Qual o propósito da História como disciplina?
  • 30/03/2021 - Deputada Aline Sleutjes visita Confederação Nacion...
  • 30/03/2021 - Em Colorado, Hospital Santa Clara está cada vez ma...
  • 30/03/2021 - Profissionais da Santa Casa são homenageados pela ...
  • 30/03/2021 - Copel conclui nova linha de energia que conecta Pa...
  • 23/03/2021 - Nova Esperança emplaca Canteiro de Obra ou Frente...
  • Endereço Rua Lord Lovat, 500 - Centro Nova Esperança-PR | CEP: 87600-000 Fone: (44) 3252-1177
    Desenvolvimento Hnet Sistemas